Bases de Programação em C – Parte II

Esta é a continuação da Parte I, onde foi dada apenas alguma informação de carácter “cultural” – não necessária para saberem programar.

Onde programar?

Como já foi dito anteriormente, usa-se um compilador. Poderão fazer o download daqui: download.

Info:

Source code :  Delphi Source code of Dev-C++ is available for free under the GNU General Public License (GPL)

Authors : Colin Laplace : Main IDE Development; Hongli Lai: IDE updates, splash screen and icons

Mingw: Mumit Khan, Jan Jaap van der Heidjen, Colin Hendrix and GNU coders.

System : Windows 95/98/NT/2000

Status : Free Software (under the GNU General Public License)

Size : 8.9 Mb

 (Podem procurar outras versões. Segue-se um tutorial para a versão 4, mas para as outras não será muito diferente.)

Instalação do Dev-C++4:

1 – Descompactar usando winzip ou winrar, caso o ficheiro que tenham sacado tenha extensão .zip ou .rar. Se não tiveres um destes programas saca daqui o winrar. (O winrar tem instalação simples, basta fazer “next”…)

2 – Correr o ficheiro ‘setup” (se for apenas um ficheiro com o nome do compilador, é esse que devem executar, claro).

img1

3 – Na janela de intalação proceder do seguinte modo: clicar ‘yes’ -> escolher ‘typical’ e ‘next’. (Poderão alterar o directório para onde será instalado o programa, usando o ‘browse’.

Configuração inicial do programa:

Possivelmente o programa não virá em ‘default’ com as bibliotecas que se pretendem usar em C, portanto ter-se-á que alterar.

O que deverão fazer:

1 – File

2 – New source file

img2

3 – Se aparecer o seguinte, não terão que alterar nada, e podem passar à frente desta parte do tutorial.

#include <stdio.h>

#include <stdlib.h>

int main()

{

system(“PAUSE”);

return 0;

}

4 – Não aparecendo o código anterior deverão ir: Options -> Environment options

img3

5 – Misc.

6 – Façam copy do código que em 3 mostrei e colem na parte do ‘default code…’

img4

7 – OK

Nota: na versão actual que disponibilizo, Dev-C++ 4.9.9.2, para fazerem isto devem ir a “Tools” – “Editor Options” – “Code”, seleccionar em baixo “Default Source” e colar o código que forneci no ponto “3” na caixa por cima do “Default Source”. Fazem “Ok”, e partir daqui, sempre que abrirem um novo “Source File”, este código já irá aparecer por definição.

Os botões mais usados (como usar o programa):

Embora o programa tenha muitos ‘botões’, vou apenas descrever os mais importantes e que se usam com maior regularidade:

img5

Como podem ver, são apenas 3 botões fundamentais:

1 – O que está dentro do rectângulo vermelho serve para abrir um novo “documento de código” – “new source file”. (File – New source file – ctrl+U)

2 – O que está dentro do rectângulo verde serve para gravar. Antes de correrem o vosso programa, deverão gravá-lo, pois só o gravado pode ser corrido com o compilador fechado (mais explicações a seguir sobre os ficheiros). (File -> Save unit – ctrl+S)

3 – O que está dentro do rectângulo azul serve para correr o vosso programa. (Execute -> Compile and run – ctrl+F10)

Os ficheiros usados pelo programa:

Sempre que abrem um novo source file e o gravam, no directório que escolheram surgem dois ficheiros com o seguinte aspecto:


img6

img7

O primeiro é o código do vosso programa, o qual para ser visto não precisa de ser aberto pelo compilador, mas por exemplo pelo bloco de notas, fazendo para tal “abrir com…”.

O segundo executa o vosso programa.

Deste modo, quando fazem um programa e o querem divulgar, obviamente que apenas facultam o segundo ficheiro.

O que significa o código inicial?

Relembrando o código inicial, que aparecerá sempre, desde que tenham procedido como sugeri na configuração do programa, escrito em cima.

#include <stdio.h>

#include <stdlib.h>

int main()

{

system(“PAUSE”);

return 0;

}

Os ‘include’ são as bibliotecas de C a serem usadas pelo compilador, ou seja, para este reconhecer a sintaxe usada. Devido a isto, estes têm que aparecer antes de tudo, (excepto de comentários, que mais à frente explicarei o que são e como fazer).

O ‘int main () {‘ dá início à função principal, principal porque é aquela que gere todas as outras que possam ser criadas como mais à frente será explicado, (esta função tem que ser única num programa!). Após o ‘{‘ e antes do ‘system(“PAUSE”)’ deverá estar o vosso programa, embora se possa contornar esta regra sem qualquer problema, como poderão confirmar quando já dominarem minimamente C, mas deixo o conselho que de inicio o não tentem, pois possivelmente não dará o resultado esperado.

O ‘system(“PAUSE”)’ serve para parar o programa antes deste acabar de correr, pedindo ao utilizador que carregue em qualquer tecla para continuar, em que o continuar é acabar, visto que a instrução que se segue para o compilador é ‘return 0’ a qual serve para concluir o programa.

Como podem supor acertadamente, o ‘system(“PAUSE”)’ pode ser usado antes de outras instruções, que seguidamente serão apresentadas, servindo sempre para o programa parar em dado momento, prosseguindo apenas após o utilizador carregar em qualquer tecla.

Não esquecer o ‘}’ que serve para fechar a função ‘int main()’.

Na terceira parte irei efectivamente começar a explicar como podem fazer programas.

Marinho Lopes

Anúncios

13 thoughts on “Bases de Programação em C – Parte II

  1. Boa tarde,

    Antes de mais, excelente tutorial. Em segundo, eu só consegui fazer download do DEV C++ 5 que foi o que puseste aí. Mas lá, não encontro a parte ‘Misc’ onde supostamente deveria colocar o código que referiste. Obrigado desde já e Cumprimentos.

    • Vou experimentar a instalar essa versão daqui a pouco e depois já aqui digo como fazer. Cumprimentos.

  2. Confesso que não sei o que se passa. Eu sou capaz de comentar (experimentei com sucesso no “Sophia está de volta!”). Espero que seja apenas algo temporário. De qualquer forma, vou ver se encontro uma solução.

    • A única possível razão que encontrei para que os teus comentários não estivessem a ser aceites seria a eventualidade de terem 2 ou mais links, visto que tinha nas definições comentários com esse conteúdo a serem rejeitados. Mas suponho que não fosse esse o caso.

  3. Pingback: Índice de Artigos | Sophia of Nature

  4. Pingback: website

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s