Outra vez 1?!

images

Já reparou que o algarismo 1 parece apresentar-se como primeiro dígito mais vezes que todos os outros algarismos? Isto é, quando se depara com um dado número qualquer, parece que o 1 tem uma maior probabilidade de aparecer na primeira “posição” do lado esquerdo do número. Por exemplo, o 1 é o primeiro dígito dos seguintes números:

  • População portuguesa actual: 10.302.281*
  • Produto interno bruto médio no mundo: $ 17.300**
  • Número de ouro1.61803… (dízima infinita não-periódica)

É claro que estes exemplos não provam nada: você de certo que consegue pensar em imensos contra-exemplos. De facto, a primeira vez em que reparei neste padrão aparente pensei que estaria apenas a iludir-me com a tendência tão humana de encontrar padrões inexistentes fruto de uma negligência dos contra-exemplos. Infelizmente, nessa altura cometi o erro de não tentar aprofundar o assunto. O padrão de facto existe!

Continuar a ler

Anúncios

A Falsa Ciência – Parte III

wn52hr67-1441820509

Na primeira e segunda parte falei-vos de múltiplos problemas que perturbam a ciência actual, nomeadamente na forma como é transmitida, bem como no sistema de investigação em vigor. Nesta terceira e última parte vou-me focar naquele que é talvez o aspecto mais importante na filosofia científica e que tem vindo a ser descurado sistematicamente: a replicabilidade.

Continuar a ler

A Falsa Ciência – Parte II

ScienceFraud-TruthUnderGlass_0

Na primeira parte falei-vos dos problemas do jornalismo científico, da forma como se deve encarar a vanguarda científica, e de como o “sistema científico” actual parece promover um certo descuidado por parte dos cientistas. Nesta segunda parte irei focar-me com maior detalhe nessa negligência científica. Creio que o assunto deva ser do interesse de todos, cientistas e leigos, porque o tal “sistema” funciona na verdade com a participação de todos. Espero, em particular, que este artigo permita ao leitor aguçar o seu olhar crítico em relação às notícias que lê, sabendo ser céptico quando o deve ser.

Continuar a ler

A Estatística das Sondagens

Quando era pequeno ficava surpreendido por nas sondagens que mostravam na televisão dizerem que tinham, por exemplo, 98% de certezas – “Como é que eles sabem que têm essa certeza?” questionava-me eu,  “Para saberem isso teriam que comparar a amostragem usada com a população total”, pensava eu.

Antes de responder a essa questão, vou dar um pequeno “passeio” sobre alguns conceitos importantes da Matemática envolvida.

Continuar a ler